Novas receitas

5 razões para bater o Papa no Egito

5 razões para bater o Papa no Egito

Papa Francisco está indo para o Egito no final de abril para visitar o presidente Abdel-Fattah el-Sisi e o grande imã da mesquita Al-Azhar.

Aqui estão cinco razões para cada viajante do mundo experiente deveria tentar vencê-lo lá.

1. Egito é uma pechincha agora. eu visitou quatro semanas depois o ajuste da moeda e não conseguia acreditar nos preços: lenços lindos por US $ 3, um cavalo de uma hora e um passeio de charrete em Luxor por US $ 4, hotéis de luxo por US $ 50.

2. Você fica com Ramses IV e King Tut para você. Graças a eventos que não preciso contar aqui, o turismo no Egito diminuiu nos últimos anos. As linhas para entrar na Grande Pirâmide de Gizé e no Vale dos Reis de Luxor são inexistentes. Minha filha e eu desfrutamos o prazer culpado de ficar sozinhas nas tumbas de Ramsés, sendo capazes de cobiçar os hieróglifos e o sarcófago dourado sem pressão para seguir em frente para o próximo observador. É realmente um momento mágico para estar em um país verdadeiramente mágico. (Sim, alguns de meus amigos viciados em notícias se preocuparam com nossa segurança, mas eu me senti completamente à vontade, nunca me senti ameaçado de forma alguma. A mídia noticiosa presta um grande desserviço a todos nós ao relatar incessantemente eventos anômalos.)

3. Antiguidades antigas ainda estão sendo encontradas. Há menos de duas semanas, uma estátua de quase 3.000 anos foi encontrada enterrada na lama de uma favela do Cairo. A estátua de 26 pés (quase três andares) ainda a ser identificada ganhou as manchetes internacionais, mas de acordo com Khaled al-Anani, ministro de antiguidades do Egito, apenas 30 por cento das glórias do Egito ainda foram descobertas. Isso significa que 70% de sabe-se lá o que ainda está enterrado na areia. Alguns anos atrás, por exemplo, em Saqqara, duas dúzias de múmias apareceram em um poço de 36 pés. A questão é que a escavação está apenas começando. É como estar no Vale do Silício nos anos 90.

4. Os habitantes locais são calorosos e acolhedores. Elimine qualquer noção que você possa ter sobre os habitantes do Oriente Médio não gostarem de turistas. É um mito, tipo de como o coelhinho da páscoa. Após nossa chegada ao Cairo, demorei um total de 15 minutos para perceber que esse estereótipo é equivocado e totalmente insultuoso. Hospitalidade é uma arte no mundo muçulmano, uma virtude apreciada que incentiva os praticantes a ver cada pessoa que cruza seu caminho como enviada pelo próprio Alá. Depois de passar algumas semanas com Sarwat Hegazy, um guia de longa data e cofundador da empresa de turismo Egito revelado, quaisquer idéias crocantes que eu pudesse ter sobre não ser bem-vindo foram rapidamente atiradas contra os lados de granito de sete andares da infame Esfinge.

A parceira de Sarwat, Jane Bolinowsky, uma flautista australiana que comprou uma segunda casa perto da Pirâmide de Gizé, conhece todos os tipos de pessoas fascinantes. Cada um de seus passeios é feito sob medida, mas os visitantes devem esperar encontrar dançarinas do ventre, fabricantes de fantasias, fornecedores de perfume e as melhores cozinheiras koshari do Egito. Koshari, a comida de rua onipresente no Egito, é feita com lentilhas, arroz e macarrão e coberta com molho de tomate picante, vinagre de alho, grão de bico e cebola crocante. É uma delícia.

5. Você tem uma chance inestimável de elevar o mundo. O Papa Francisco, é claro, vai ao Cairo para cimentar o “espírito de tolerância e diálogo” e para continuar o recente degelo nas relações católico-muçulmanas que começou quando ele abraçou amorosamente o imã durante sua visita ao Vaticano em maio passado. Parece-me que existem poucas coisas mais importantes que qualquer um de nós poderia fazer do que abraçar nossos irmãos estrangeiros e perceber que somos todos iguais.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi usada principalmente, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, significa que tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias declarações do rótulo, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi usada principalmente, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro em meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi usada principalmente, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro em meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, significa que tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi usada principalmente, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro em meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias declarações do rótulo, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi usada principalmente, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro em meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, significa que tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, significa que tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, significa que tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi usada principalmente, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro no meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. Mas quando você está em frente a uma variedade de pães no supermercado, lendo as várias afirmações dos rótulos, como saber qual é o melhor pão para comprar?

Escolher o melhor pão pode ser confuso. Aqui estão três mitos do pão que ajudam a torná-lo assim:

Pão Mito nº 1: Se parecer marrom e tiver a palavra "trigo" no nome, é porque tem muita fibra e grãos inteiros.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo do ingrediente conta a história. Se for "farinha de trigo" ou "farinha branqueada enriquecida" (ou similar), isso indica que a farinha branca foi mais usada, não "farinha de trigo integral".

Pão Mito nº 2: Pães com nomes que soam saudáveis ​​como "sete grãos" ou "100% natural" são as melhores escolhas.

Contínuo

A verdade: Só porque o nome do pão na embalagem parece super-saudável, não significa que o pão realmente é. Os pães de sete e 12 grãos da Oroweat, por exemplo, listam "farinha enriquecida não branqueada" como seu primeiro ingrediente. Nature’s Pride 100% Natural Honey Pão de trigo, da mesma forma, é feito principalmente com "farinha de trigo", não trigo integral.

Pão Mito: O pão de centeio é uma escolha 100% integral e rica em fibras.

A verdade: O primeiro ingrediente listado no rótulo da maioria das marcas de pão de centeio, de Russian Rye ou Jewish Rye ao Dark Rye ou Extra Sour Rye, não é outro senão farinha enriquecida não branqueada. O segundo ingrediente é geralmente água e o terceiro, farinha de centeio. Isso explica por que a maioria dos pães de centeio tem apenas 1 grama de fibra por fatia (um centeio escuro em meu supermercado tem menos do que isso). Então, o pão de centeio geralmente não é 100% integral (embora possa haver algumas marcas iluminadas por aí que eu ainda não vi). Eu também não os chamaria de ricos em fibras.


O melhor pão: dicas para comprar pães

Como decifrar rótulos e escolher o pão mais saudável.

Cada vez que você come pão - seja um bagel, um muffin inglês ou parte de um sanduíche - você tem a oportunidade de melhorar sua dieta. Para a maioria dos americanos, escolher produtos de pão de trigo integral na maioria das vezes é a maneira mais fácil de comer grãos inteiros super saudáveis. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


The Best Bread: Tips for Buying Breads

How to decipher labels and choose the healthiest bread.

Every time you eat bread -- be it a bagel, an English muffin, or part of a sandwich -- you've got an opportunity to improve your diet. For most Americans, choosing whole-wheat bread products most of the time is the easiest way to eat more super-healthy whole grains. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


The Best Bread: Tips for Buying Breads

How to decipher labels and choose the healthiest bread.

Every time you eat bread -- be it a bagel, an English muffin, or part of a sandwich -- you've got an opportunity to improve your diet. For most Americans, choosing whole-wheat bread products most of the time is the easiest way to eat more super-healthy whole grains. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


The Best Bread: Tips for Buying Breads

How to decipher labels and choose the healthiest bread.

Every time you eat bread -- be it a bagel, an English muffin, or part of a sandwich -- you've got an opportunity to improve your diet. For most Americans, choosing whole-wheat bread products most of the time is the easiest way to eat more super-healthy whole grains. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


The Best Bread: Tips for Buying Breads

How to decipher labels and choose the healthiest bread.

Every time you eat bread -- be it a bagel, an English muffin, or part of a sandwich -- you've got an opportunity to improve your diet. For most Americans, choosing whole-wheat bread products most of the time is the easiest way to eat more super-healthy whole grains. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


The Best Bread: Tips for Buying Breads

How to decipher labels and choose the healthiest bread.

Every time you eat bread -- be it a bagel, an English muffin, or part of a sandwich -- you've got an opportunity to improve your diet. For most Americans, choosing whole-wheat bread products most of the time is the easiest way to eat more super-healthy whole grains. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


The Best Bread: Tips for Buying Breads

How to decipher labels and choose the healthiest bread.

Every time you eat bread -- be it a bagel, an English muffin, or part of a sandwich -- you've got an opportunity to improve your diet. For most Americans, choosing whole-wheat bread products most of the time is the easiest way to eat more super-healthy whole grains. But when you're standing in front of the bread array in the supermarket, reading the various label claims, just how do you know which is the best bread to buy?

Choosing the best bread can be confusing. Here are three bread myths that help make it that way:

Bread Myth No. 1: If it looks brown and has the word "wheat" in the name, it has lots of fiber and whole grain.

The Truth: The first ingredient listed on the ingredient label tells the story. If it's "wheat flour" or "enriched bleached flour" (or similar), that tells you white flour was mostly used, not "whole-wheat flour."

Bread Myth No. 2: Breads with healthy sounding names like "seven-grain" or "100% natural" are the best choices.

Continued

The Truth: Just because the name of the bread on the package sounds super-healthy, it doesn’t mean the bread actually is. Oroweat’s seven-grain and 12-grain breads, for example, list "unbleached enriched flour" as their first ingredient. Nature’s Pride 100% Natural Honey Wheat bread, likewise, is mainly made with "wheat flour," not whole wheat.

Bread Myth: Rye bread is a 100% whole-grain, high-fiber choice.

The Truth: The first ingredient listed on the label of most brand brands of rye bread, from Russian Rye or Jewish Rye to Dark Rye or Extra Sour Rye, is none other than unbleached enriched flour. The second ingredient is usually water, and the third, rye flour. That explains why most rye breads have only 1 gram of fiber per slice (one dark rye in my supermarket has less than that). So, rye bread isn't usually 100% whole grain (although there might be some enlightened brands out there I haven't seen yet). I wouldn't call them high in fiber, either.


Assista o vídeo: Regina Sobik Papież,który ukochał góry Czyta: Bogdan Dmowski (Janeiro 2022).